CARTA DE PRINCÍPIOS

Paisagens alimentares diversas e vibrantes

Lutamos contra a desertificação alimentar e pela preservação de paisagens alimentares tradicionais e populares que refletem a interligação entre a biodiversidade, o conhecimento tradicional, a comida, o prazer, a saúde e a evolução histórica dos povos e da nossa sociedade.

Sistemas Agrícolas sustentáveis e justos

Promovemos sistemas agrícolas sustentáveis e justos. Sistemas que preservem a fertilidade da terra, os ecossistemas hidrográficos e a paisagem. Sistemas com base em práticas agroecológicas e com preços justos para os produtores familiares de alimentos.

Comida saudável e verdadeira

Gostamos de alimentos saudáveis e verdadeiros. Uma alimentação que esteja intimamente ligada à comunidade e à identidade dos territórios e aos sistemas agrícolas que lhe dão origem. Estes alimentos não devem possuir, preferencialmente,  aditivos alimentares e devem ser livres de pesticidas e fertilizantes químicos de síntese, de antibióticos e hormonas, de organismos geneticamente modificados e significativas manipulações industriais.

Aprender cultivando, comendo e celebrando

Aprendemos que a nossa relação com a comida é a essência do que somos e da nossa cultura, em constante mudança. Por isso, queremos partilhar conhecimentos sobre alimentos e sobre a cozinha popular, pois, tal como com as sementes, a troca e preservação de conhecimentos têm um papel determinante na manutenção da nossa resiliência alimentar.